O Marítimo venceu em casa do Gil Vicente por 0-1, em partida a contar para a 14.ª jornada da Liga NOS.

A equipa orientada por Milton Mendes começou bem e logo aos 2 minutos passe em profundidade de Rafik Guitane e Milson rematou cruzado com a bola a passar um pouco ao lado da baliza gilista.

O primeiro lance do Gil Vicente surgiu à passagem do minuto 20 através de um remate de Lourency, ao qual Zainadine respondeu com um grande corte.

Aos 34 minutos, os Leões do Almirante criaram mais uma ocasião. Remate de Rafik Guitane de fora da área, a bola desviou num defesa gilista e saiu pela linha final. No seguimento do canto a bola sobrou para a entrada de área, onde apareceu Hermes a rematar de primeira, mas João Afonso meteu-se à frente e cortou o lance. O árbitro ainda ouviu o VAR para averiguar uma possível mão do defesa, mas mandou seguir com o jogo.

Antes do intervalo foi a vez de Jean Irmer tentar a sua sorte com um  remate forte de fora de área, que passou ao lado da baliza do Gil Vicente.

O segundo tempo começou como o primeiro, com o Marítimo a ter mais uma oportunidade. Cruzamento de Milson, Joel Tagueu ganhou espaço e rematou por cima da baliza da equipa da casa.

Aos 56 minutos, mais um lance de possível mão dentro de área, após corte de Rúben Fernandes a remate de Milson. Artur Soares Dias voltou a ouvir o VAR e voltou a mandar seguir com o jogo.

À passagem da hora de jogo, Marcelo Hermes esteve muito perto de marcar. Cruzamento rasteiro de Bambock e o lateral esquerdo a rematar de pé direito com a bola a passar ao lado da baliza.

A primeira jogada do Gil Vicente, na segunda parte, surgiu aos 80 minutos. Cruzamento de Lourency e Lino a cabecear para uma defesa atenta de Amir.

Os verde-rubros responderam e criaram mais um lance de perigo. Cruzamento milimétrico de Bambock para Alipour, o avançado iraniano recebeu e rematou, mas a bola passou a centímetros da baliza do Gil Vicente.

Aos 87 minutos chegou o golo merecido para os Leões do Almirante. Cruzamento com conta, peso e medida de Rúben Macedo e Lucas Áfrico a cabecear para o fundo das redes, fazendo o golo que inaugurou e fechou o marcador em Barcelos.

Com esta vitória o Maior das Ilhas soma 17 pontos na Liga NOS e no próximo domingo joga no Estádio do Marítimo, contra o Paços de Ferreira.