Os Sub-23 do Marítimo disputaram, hoje, os quartos-de-final de Taça Revelação, frente ao SC Braga.

Um penátli assinalado logo nos primeiros trinta segundos de jogo, dificultou a estratégia maritimista na entrada para o econtro. O jovem guardião madeirense, Pedro Teixeira, ainda defendeu a grande penalidade, mas na recarga nada conseguiu fazer para impedir o tento adversário.

O conjunto verde-rubro respondeu assertivamente à desvantagem prematura, com o assumir dos momentos do jogo. Ainda assim, mesmo com o controlo do jogo, foi a equipa da casa que aumentou a vantagem, através de um cruzamento e uma desatenção da linha defensiva maritimista.

Os verde-rubros não baixaram os braços e foram recompensados, antes do intervalo, com um penálti assinalado por mão do advsersário e que Jefferson tratou de marcar e reduzir a desvantagem no marcador.

A etapa complementar, trouxe um Marítimo ainda mais dominador, com o golo do empate a surgir por Aires Sousa, recém-entrado na partida, a fletir para dentro desde o corredor esquerdo e a “disparar” para o fundo das redes, repondo a justiça no marcador.

Já na reta final da partida, o Marítimo viria a sofrer o último golo, mais uma vez através de grande penalidade. O resultado final de 3-2, deixa tudo em aberto para a 2.ª mão da eliminatória, a ser disputada no próximo dia 20, no Estádio Municipal de Machico.