A 13.ª edição do Madeira Fighting Championship de Muay Thai proporcionou um grande espetáculo a todos os que estiveram presentes no Pavilhão do Marítimo.

Quase três centenas de espectadores assistiram aos seis combates de Muay Thai promovidos por Diogo Abrantes, responsável pela secção de Muay Thai do Club Sport Marítimo.

«O evento foi um verdadeiro êxito. Agradeço a todos os envolvidos que deram o seu contributo na organização deste evento e deixo os parabéns aos atletas e aos seus treinadores pelo seu desempenho», sublinhou Diogo Abrantes.

Relativamente aos combates, Guilherme Andrade e Simão Pereira, de dez e onze anos respetivamente, abriram o evento com um empate.

No segundo combate, na categoria de K1, Dani venceu Rodrigo com um TKO – nocaute técnico – no segundo assalto. Também por TKO, no segundo assalto, Pedro Teixeira levou de vencido Nuno Santos, enquanto que, no quarto combate, Francisco Castanheira venceu Odair Furtado por via de decisão unânime dos juízes.

Destaque para o co-evento principal onde Alexandre Sales venceu o combate a Lee Silva, apesar de ser mais novo e ter menos peso, fatores determinantes para a modalidade.

O evento principal fez jus ao nome e não defraldou as expetativas, pondo, frente-a-frente, Alexandre Freitas e Sagat, tendo o jovem madeirense levado a melhor sobre o brasileiro numa decisão deixada a cabo pelos juízes do combate.