Hélder Freitas, coordenador do futebol feminino do Club Sport Marítimo, foi o convidado de honra do 39.º episódio do podcast «Chá e Futebol às 5», que se dedica à actualidade do futebol em Portugal.

Ao longo de mais de uma hora, o responsável verde-rubro dissecou todo o projecto traçado para o futebol feminino do Marítimo, o mais apaixonante de todos os que participam no principal escalão do futebol português por assentar na aposta e valorização da jogadora madeirense.

«A fórmula base é trabalhar a jogadora madeirense e potencia-la ao máximo, não só a nível futebolístico, mas também enquanto seres humanos. Procuramos, acima de tudo, fazer um trabalho transversal que abrange ensinamentos desde o comportamento social até a conduta nas redes sociais», começou por dizer Hélder Freitas, reforçando que a identidade do clube e a cultura de proximidade instituída são fundamentais para o sucesso do projecto.

«Existe um acompanhamento de proximidade com as atletas e encarregados de educação. O Marítimo é um clube que, desde a sua origem, deu primazia ao aspecto social e sempre teve futebol feminino. O nosso Presidente dá uma importância fundamental às iniciativas sociais, incentiva todas as acções, e o futebol feminino é o espelho dessa política. Primeiro olhamos para as pessoas e só depois para o resto», frisou.

O Club Sport Marítimo cumpriu, esta temporada, a segunda participação consecutiva no principal escalão do futebol feminino português e conta com diversas internacionais portuguesas nos seus quadros.