O Club Sport Marítimo conquistou, hoje, e pela segunda época desportiva consecutiva, o título referente à Divisão de Honra do escalão de Juvenis.

A partida defrontada no Complexo de Santo António, pôs frente-a-frente, o Clube Desportivo Barreirense e o Club Sport Marítimo, na condição de visitante.

A formação verde-rubra entrou a todo o gás, causando calafrios à defensiva contrária, logo nos minutos inicias do encontro, mas foi contra a corrente da partida que, os visitados, na sequência de um canto, abriram o ativo no marcador.

Os jovens maritimistas não viraram a cara ao desafio e ripostaram logo de seguida, num lance em que é assinalada grande penalidade, após falta do guarda-redes sobre o avançado João Pedro. Na sequência da falta, o juíz da partida admoestou o guardião com um cartão vermelho.

O capitão da equipa foi chamado a converter o castigo máximo e a igualar a partida.

Antes do tempo de intervalo, foi João Pedro que, após um cruzamento, apareceu isolado para dar fazer o 1-2, a favor do Marítimo.

No segundo tempo, a toada foi a mesma, com o Marítimo dominar, por completo, o restante encontro. João Faria e Francisco Ornelas fizeram gosto ao pé, enquanto que José Camacho e Matias Guita bisaram na partida, carimbando a vitória e a confirmação do título.

Após o apito final, o recinto de jogo transformou-se no palco para os festejos efusivos de toda a equipa, por terem arrecadado mais um título para Club Sport Marítimo.

Ficha de Jogo

Onze inicial: Pedro Gomes (Gr), Gustavo Silva, Ricardo Santos, Rodrigo Silva, Afonso Martins; Henrique Figueira, Guilherme Alves, Lino Henriques, João Faria, Ricardo Teixeira e João Pedro

Suplentes: Francisco Nunes, Fernando, João Andrade, José Camacho, Francisco Rodrigues, João Pedro e Matias Guita

Disciplina:

Marcadores: 1-1 (Gustavo Silva g.p., 26′), 1-2 (João Pedro, 39′), 1-3 (João Faria, 46′), 1-4 (Francisco Ornelas, 53′), 1-5 e 1-6 (José Camacho, 60′ e 63′), 1-7 e 1-8 (Matias Guita, 85′ e 87′)