Julio Velázquez sentou-se, pela primeira vez, no banco de suplentes do Caldeirão dos Barreiros para orientar o Marítimo, na recepção ao Famalicão, num jogo que ficou inicialmente marcado por várias oportunidades de perigo não concretizadas pela turma insular.

O técnico espanhol acredita que o jogo teria outro desfecho caso a equipa tivesse conseguido materializar em golos os bons momentos ofensivos que foi capaz de produzir, sobretudo durante os primeiros 45 minutos.

«Iniciámos bem o jogo, a nível ofensivo tivemos muitas oportunidades, mas faltou concretizá-las. Se tivéssemos concretizado alguma das que tivemos penso que o jogo seria diferente», começou por apontar o técnico verde-rubro, apontando o segundo golo do Famalicão como o momento-chave do encontro.

«Depois de sofrer o segundo golo a equipa caiu e não fomos capazes de mudar a dinâmica. A nível defensivo tivemos bem, mas tudo o que de mal podia acontecer aconteceu. É uma derrota dura e difícil, mas é apenas uma derrota, o mundo não termina, temos de ter uma mentalidade positiva, continuar a trabalhar e corrigir os erros», Sublinhou.

Olhando para o futuro, e apesar do desaire, Julio Velázquez acredita na qualidade da equipa e mantém total confiança de que, apesar das dificuldades, o objectivo será cumprido.

«Vai ser uma luta difícil até ao final, mas, como disse no dia da minha apresentação, não tenho dúvidas nenhumas que esta equipa fica na I Liga», rematou.