Francisco Abreu, piloto que corre com as corres do Club Sport Marítimo, esteve em plano de evidência no Circuito de Jarama, em Madrid,  ao alcançar dois pódios e o comando da competição de pilotos das GT4 South European Series.

A dupla verde-rubra começou da melhor maneira o fim-de-semana e, na primeira sessão de treinos-livres, assinou o melhor crono, mas, pouco depois, chegaram os problemas no volante do motor do Mercedes-AMG GT4 que obrigaram à sua substituição.

Mesmo partindo da última posição da grelha de partida, em virtude da dupla portuguesa não ter disputado qualquer qualificação, Miguel Cristóvão, que cumpriu o primeiro turno, realizou uma recuperação notável, ultrapassando carros atrás de carros, para entregar o Mercedes-AMG GT4 a Francisco Abreu no terceiro posto.

O piloto natural do Funchal, depois de concluídas as trocas de pilotos, era já segundo classificado e colocou o seu foco no líder. Assim que encostou na sua traseira começou a pressioná-lo, tendo lançado um ataque intenso nas últimas voltas, mas, com uma boa defesa do seu adversário, acabou por ficar no segundo posto.

Para a segunda corrida do programa, Francisco Abreu partiu também da última posição, mas, com um arranque fulgurante, no final da primeira volta era já terceiro. O piloto do Mercedes-AMG GT4 não se acomodou e lançou-se para o comando com decisão.

Apesar de ter entregue o carro a Miguel Cristóvão com mais de oito segundos de vantagem, um safety-car anulou esse conforto. Porém, o piloto de Cascais imprimiu um ritmo forte e abriu novamente um fosso para os seus perseguidores, garantindo a primeira vitória da temporada.

Apesar das dificuldades iniciais, a dupla portuguesa encarou a prova com determinação e conseguiu amealhar pontos importantes para os objetivos a temporada.

«Sabíamos que não ia ser fácil, dado que só rodámos na primeira sessão de treinos-livres, mas conseguimos adaptar-nos bem. Na corrida, arranquei bem e estávamos com bom ritmo e conseguimos chegar a primeiro. O Miguel fez um bom turno e conseguimos a vitória de que vínhamos à procura há já algum tempo», começou por dizer o piloto madeirense, antes e projetar o futuro próximo, que passa novamente por território espanhol com o Circuito da Catalunha.

«O nosso objectivo é o campeonato e conseguimos aqui muitos pontos e lideramos a competição de pilotos. Estamos já centrados em Barcelona onde pretendemos manter esta abordagem de manter a competitividade e garantir terminar corridas para conquistarmos o nosso objectivo», concluiu.

A próxima etapa das GT4 South European Series disputa-se no Circuit Barcelona – Catalunya nos próximos dias 31 de Agosto e 1 de Setembro.