O Marítimo perdeu, pela margem mínima, na visita ao FC Porto, líder invicto do campeonato, num jogo a contar para a 20.ª jornada da Liga Portugal BWIN em que a equipa orientada por Vasco Seabra teve o condão de manter em discussão até ao último segundo.

Os instantes iniciais do encontro até foram de algum equilíbrio, mas os dragões acabaram por se adiantar no marcado na primeira oportunidade de golo fabricada por Octávio e finalizada, à boca da baliza por Evanilson (18′).

O conjunto madeirense, que vinha da melhor série de resultados da temporada reagiu positivamente ao revés e André Vidigal, após passe de Alipour, teve nos pés a oportunidade de restabelecer a igualdade, mas não conseguiu superar o duelo com Diogo Costa e atirou ao lado das redes portistas (23′).

Ainda antes do intervalo, Rafik Guitane (31′) aproveitou uma bola afastada pela defesa azul a branca para solicitar uma finalização dos colegas, mas guarda-redes adversário estava atento travou a intenção do internacional jovem francês.

A etapa complementar começou a papel-químico da primeira com o FC Porto a festejar na primeira vez em que chegou à área de Paulo Victor, num lance em que o remate desvia acidentalmente em Pepê e trai o guardião brasileiro do Marítimo (48′).

Tal como aconteceu na primeira ocasião, o Marítimo reagiu de imediato e, poucos minutos depois, reduziu a vantagem portista para apenas um golo, num lance iniciado em Cláudio Winck que teve remate de Rafik Guitane para uma defesa incompleta de Diogo Costa aproveitada, depois, por Edgar para se estrear a marcar nesta edição da Liga Portugal BWIN (52′).

O golo moralizou as tropas insulares que passaram, a partir de então, a jogar mais tempo no campo adversário e dispuseram, inclusivamente, de algumas situações de cruzamento que causaram calafrios ao último reduto dos dragões.

O FC Porto fechou os caminhos para a sua baliza, o resultado não sofreu alterações e o Marítimo acabou por cair no Dragão, pela margem mínima, mas deixou indicadores muito positivos de que pode discutir o jogo com qualquer adversário.