O Marítimo perdeu em casa do Vitória SC, por 1-0, em partida a contar para a 16.ª jornada da Liga NOS.

O jogo começou com uma intensidade alta e logo no primeiro minuto Quaresma cruzou para Estupiñán, que se antecipou a Amir, mas René Santos cortou para canto.

A equipa orientada por Milton Mendes respondeu através de Rafik Guitane, que ameaçou a baliza vitoriana com um remate em jeito. No lance imediatamente a seguir, Rúben Macedo caiu dentro de área após duelo com Mensah, mas tanto o árbitro, Fábio Veríssimo, como o VAR, Gustavo Correia, mandaram seguir com a partida.

Aos 23 minutos, Quaresma fez novo cruzamento para a área maritimista, com Rochinha a chegar tarde e a cabecear para fora.

Perto da meia hora de jogo, os verde-rubros estiveram perto de inaugurar o marcador. Passe em profundidade de Hermes para Joel Tagueu, que rematou para defesa de Trmal.

À passagem do minuto 38, nova ocasião para o Marítimo. Rafik Guitane, à entrada da área, rematou em força, Trmal não segurou e Mumin afastou o perigo.

Perto do intervalo os verde-rubros criaram mais um lance de perigo através de um contra-ataque, que terminou com Rúben Macedo a cruzar rasteiro para Joel Tagueu e Bambock, mas nenhum dos dois conseguiu finalizar a jogada, levando o jogo para o intervalo com um 0-0.

A segunda parte começou com a equipa da casa a marcar. Após boa defesa de Amir a remate de Rochinha, Estupiñán aproveitou para na recarga inaugurar o marcador (1-0).

À passagem da hora de jogo, Rúben Macedo sofreu uma grande penalidade cometida por Mensah, mas mais uma vez Fábio Veríssimo e Gustavo Correia (VAR) não viram o que todos achavam ser óbvio.

Aos 76 minutos a equipa da cidade de Guimarães criou perigo através de um remate forte de Janvier, do qual Amir respondeu com uma grande defesa.

Até ao final do jogo os verde-rubros tentaram sempre atacar e fazer o golo desejado, mas o resultado não sofreu mais alterações.

O Marítimo volta a entrar em campo na próxima sexta-feira, no Estádio do Marítimo, contra o Sporting CP.