Últimas Notícias
  1. Marítimo junta-se à campanha “Ajuda Vale e Online”
  2. Futsal segue em frente na Taça
  3. Nota de pesar por Ernesto Silva
  4. Marítimo na TSF: atualidade maritimista
  5. João Luís eleito presidente da SAD do Marítimo

MENSAGEM DO PRESIDENTE RUI FONTES

A possibilidade de escolher é um privilégio.

 

A 22 de outubro, os sócios do Club Sport Marítimo tiveram a oportunidade de optar por um dos caminhos propostos.

A votação muito significativa no projeto que lidero tornou claro e indubitável o Novo Rumo que os Maritimistas desejam para o Club, uma Instituição que terá de voltar a ser porta-estandarte deste povo e desta Região Autónoma.

Este momento solene, a tomada de posse dos órgãos sociais eleitos a 22 de outubro, só se tornou possível devido ao notável exercício democrático a que assistimos no ato eleitoral do Club Sport Marítimo.

Muito obrigado pelo serviço que prestaram à causa da lisura democrática que, diga-se de passagem, não tem tido grande tradição no desporto português.

A minha gratidão é extensível a todos os que deram o seu contributo, quer com a sua presença nas mesas de voto, quer com o seu trabalho diário no clube, ou nas delegações espalhadas pela ilha, com a finalidade de que o ato eleitoral decorresse exemplarmente.

Ainda uma referência muito especial de agradecimento e amizade a todos os que colaboraram comigo e connosco, desde a primeira hora na preparação e concretização da candidatura.

Inicia-se um caminho que não será fácil, um desafio imenso à altura de um Clube que não nasceu em berço de ouro, mas chegou, com lugar de destaque à cabeceira do desporto português, conquistando o título de Campeão de Portugal, sendo o único clube fora do território continental que conquistou e ostenta tal título.

Pela nossa história, pelo título conquistado e pelo número de presenças consecutivas na I Liga tudo faremos para continuar a ser um dos grandes de Portugal

Aos sócios que votaram no nosso projeto garantimos todos os esforços para cumprir o programa sufragado. Muito obrigado pela vossa preferência. Aos sócios que votaram na lista liderada pelo anterior Presidente, muito obrigado pelo vosso contributo para a discussão sobre o futuro do nosso clube. As nossas diferenças já cessaram porque o Marítimo é a nossa causa comum. Mais, é a nossa casa comum.

Tomo posse como Presidente do Club Sport Marítimo e de todos os Maritimistas. Hoje tomam posse os novos órgãos sociais que representam todos os Maritimistas. Só juntos poderemos trilhar um caminho auspicioso e estou certo que a equipa que me acompanha no clube e na SAD, trará muitas alegrias e saberá orgulhar o desporto madeirense.

O futebol mudou e mudou muito. Hoje, ao contrário de outrora, o futebol dos clubes profissionais ganhou dimensão empresarial. Sejamos claros, é um negócio!

Um negócio que exige da parte de quem dirige a Instituição, engenho e criatividade para que possamos apresentar no final de cada ano, aos associados, o que move qualquer empresa: resultados.

Resultados desportivos que se refletem nos financeiros e resultados financeiros que se refletem nos desportivos. Estas realidades são indissociáveis.

A profissionalização das estruturas do Club e SAD têm de corresponder às exigências do presente e futuro.

A profissionalização não se resume a deter profissionais remunerados. A profissionalização é, sobretudo, possuir profissionais competentes, responsáveis e capazes de operacionalizar e de responder aos objetivos que lhes são fixados.

Queremos uma estrutura moderna e europeia que torne o Marítimo mais competitivo e mais respeitado fora de campo e temido dentro dele.

Todavia, não tenhamos dúvidas, temos, pela frente, uma tarefa hercúlea de recuperar marítimo desportivamente, patrimonialmente, economicamente e, sobretudo, financeiramente.

Atualmente a zona turística mais visitada do Funchal é a Zona Velha da cidade, o nosso berço, o chão onde nascemos. Temos um projeto de um Centro Cultural e Sala de Troféus para regressar àquele lugar, constituindo uma homenagem justa e merecida aos que ali nasceram e depressa levaram o nome da Madeira além-fronteiras e enriqueceram o futebol português.

 

Maritimistas,

Somos um clube tradicionalista, com uma identidade própria, traduzida pelas cores das nossas camisolas, únicas no País.

Temos uma história e uma cultura singulares, que muito nos orgulha.

Chegou a hora de devolver o nosso Marítimo à sua natureza: de uma identidade forjada entre o nosso Mar íntimo e as agruras do basalto, erguemo-nos sempre e voltaremos a erguer-nos à altura da nossa História, uma herança de epopeias que nós vamos honrar. Juntos. Saudai o Marítimo.

 

O Presidente do Club Sport Marítimo,

Rui Emanuel Baptista Fontes

Ir para o topo