No rescaldo do encontro da 26.ª jornada do campeonato, José Gomes, treinador do Marítimo, manifestou-se orgulhoso pela exibição dos seus jogadores frente ao FC Porto, apesar da derrota por 1-0 no Estádio do Dragão.

«Falar em ineficácia significa que não convertemos aquilo que construímos. Não é expectável ter muitas oportunidades de golo no Dragão e nós tivemos algumas. O resultado não foi o que queríamos, mas a equipa teve um comportamento extraordinário», analisou o técnico maritimista antes de escrutinar o lance decisivo do jogo.

«Sabíamos que o FC Porto fazia lançamentos longos e preparámos isso. No instante anterior, o Renê estava a receber assistência médica e no ajustar de posições houve um erro posicional da nossa parte, que permitiu ao Corona ter espaço para marcar», referiu José Gomes, na flash interview do operador que transmitiu o jogo, antes de falar sobre a lesão sofrida de Rúben Ferreira.

«O Rúben não sei exatamente o que é, mas pelo movimento que fez, será algum problema no Tendão de Aquiles. Não sei a gravidade, mas provavelmente esta época não jogará mais», concluiu.

O próximo jogo do Marítimo da Madeira realiza-se na segunda-feira, contra o Gil Vicente, no Estádio do Marítimo, com apito inicial agendado para as 19:00 horas.