O Marítimo venceu, na tarde deste sábado, o Rio Ave, por 1-0, em jogo da jornada 5 da Liga NOS, disputado no Estádio do Marítimo. Valeu o golo de Ibson, no minuto 90+1, um triunfo mesmo assim escasso para o total, e por vezes avassalador, domínio maritimista.

E cedo começaram as situações de apuro junto das redes visitantes: Jean Cléber, aos 3 minutos, na 'cara' de Cássio - após grande jogada de Bebeto - remata contra este; no minuto imediato é Ricardo Valente que, depois de cruzamento de Edgar, cabeceia fraco; aos 20, Jean Cléber atira ao poste... Do lado do Rio Ave, zero! Serve isto para ilustrar que não se deveu à circunstância de os visitantes terem um jogador expulso - agressão a Edgar Costa que o Vídeoarbitro e toda a gente no Estádio viu, menos a equipa de arbitragem - que foram completamente dominados. Aliás, apetece dizer que estava mais fácil quando 11x11 pois a partir de então, salvo escassos cinco minutos após o reatamento, o Rio Ave refugiu-se na sua defensiva. Era bola para R. Ribeiro - um exímio tecnicista que segurava muito bem o esférico... num relvado considerado péssimo - e ver o que dava. Facilmente se percebe que se as condições do terreno não eram boas, o principal prejudicado foi o conjunto que queria ganhar e que assunmiu por completo o jogo. O Marítimo, claro.
Enfim, o golo de Ibson deu justiça em termos da conquista da vitória mas ficou aquém dos números merecidos pelos bravos pupilos de Daniel Ramos.

No Estádio do Marítimo, com arbitragem de Bruno Esteves - que perdoou uma grande penalidade aos vilacondenses,m por derrube de Cásio a Everton -, o Marítimo apresentou:
Charles; Bebeto, Zainadine, Pablo, China (Gildo, 72), Fábio Pacheco, Erdem (R. Pinho, 44), Jean Cléber, Ricardo Valente, Everton e Edgar Costa (Ibson, 83).
Golo: Ibson (90+1).

Club Sport Marítimo | Todos os direitos reservados | Administração