Fabrício Santos de Jesus, conhecido por Francisco Baiano - pois, nasceu na Baía -, 25 anos, chegou ao princípio da tarde desta terça-feira à Madeira, na companhia do empresário e antigo jogador Lipatin. Do aeroporto, onde Briguel o aguardava, seguiu, de imediato, para o Complexo Desportivo do Marítimo. Conversou com o presidente Carlos Pereira e rubricou contrato por três temporadas.

É mais uma 'cara nova' para o plantel de Daniel Ramos. "Sou um jogador de muita raça, bom passe, chego bem à área e tenho muita velocidade", autodefine-se este ex-jogador do Coritiba que nas 'categorias de base' representou o Vasco da Gama, tendo representado também o Novo Hamburgo e Macaé.

Explicando que gosta de atuar na "posição 8", Fabrício acredita que não terá dificuldade em se adaptar ao futebol português - "É um futebol mais rápido que o brasileiro e eu sou um jogador rápido", justifica -, vincando ser "um cara que trabalha bastante". "A expetativa é muito boa, estou muito feliz", remata este médio que já tem no currículo passagem pelo principal campeonato brasileiro.

Club Sport Marítimo | Todos os direitos reservados | Administração