O Marítimo derrotou na noite desta sexta-feira o Benfica, por 2-1, em jogo da 12ª jornada da Liga NOS. Uma partida que concluiu um dia de enorme significado para a coletividade verde-rubra já que durante a tarde aconteceu a abertura dos Camarotes e da Tribuna presidencial, dando-se mais um passo - e que passo! - para a conclusão de uma infraestutura de enorme qualidade.

Como que querendo vincar também uma prestação de excelência, a turma comandada por Daniel Ramos foi... gigante! Começando muito bem a partida, marcando logo aos 4 minutos por Ghazaryan, Éber Bessa aos 20, isolado, por muito pouco não fez o 2-0 com Ghazaryan, no minuto imediato, a ver o guarda-redes adversário a lhe negar o 'bis'. Só dava Marítimo em termos de oportunidades de golo - Raúl aos 24 esteve, também, muito perto de marcar - mas os benfiquistas, num lance de pura sorte, empataram ao 27.

No recomeço houve que saber sofrer, ser inteligente, enorme entreajuda... uma verdadeira equipa. E foi isso que o Marítimo espelhou obtendo o justo prémio num cabeceamento de Maurício a corresponder do melhor modo a um 'canto' de Edgar. Estávamos no minuto 69 e até final valeu um conjunto de jogadores abnegados, de raça, de luta e... vitoriosos! Para a excelência do Estádio não se podia pedir mais!

No Estádio do Marítimo, com arbitrragem de Vasco Santos (Porto), o Marítimo alinhou:
Gottardi; Patrick, Maurício, Raúl, China (Deyvison, 79), Erdem, Éber, Fransérgio 'cap',, Edgar, Ghazaryan (Alex, 88) e Xavier (Brito, 62).
Ação disciplinar: cartão amarelo a Éber (34), Raúl (53), Edgar (58), Alex (89), Gottardi (90+2) e Fransérgio (90+6).
Golos: Ghazaryan (4) e Maurício (69).

Club Sport Marítimo | Todos os direitos reservados | Administração